VISTANTES

  • 97789Total de visitas:
  • 2Visitantes online:

Blog Associado

Apoiam Essa Ideia

Arquivos

Faça uma Doação


Senador Armando Monteiro Neto será novo ministro do Desenvolvimento

Na vida política há mais de 15 anos, o senador pernambucano Armando Monteiro Neto (PTB) une a essa carreira à gerência de empresas e, embora LEIA MAIS

TRE/GO: Saiu o edital para técnico e analista! Iniciais de até R$ 8

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Goiás (TRE/GO), divulgou no diário oficial da união, desta sexta, dia 21, o edital do concurso público para LEIA MAIS

Mega-Sena acumula, e prêmio pode chegar a R$ 135 milhões

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.654 da Mega-Sena realizado nesta quarta-feira (19), em Osasco (SP). No próximo sorteio, que vai acontecer LEIA MAIS

armandodilmalula

Armando Monteiro assumiu postura de interlocutor entre Dilma e o governo do Estaod. Foto: Léo Caldas/PTB.

Na vida política há mais de 15 anos, o senador pernambucano Armando Monteiro Neto (PTB) une a essa carreira à gerência de empresas e, embora tenha sido eleito quatro vezes como parlamentar no período, estreou neste ano na disputa pelo poder executivo. Na tarde desta sexta-feira (21), Armando assume um dos cargos mais importantes do governo federal – o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – um dos pilares da tríade econômica do governo federal.

Durante a campanha política em Pernambuco, não raro Armando recebia a alcunha de representante dos empresários dos seus adversários. Mas foi este mesmo perfil que o fez “cair nas graças” do governo federal e da presidente Dilma Rousseff (PT). O atual ministro do Desenvolvimento é Mauro Borges Lemos. Antes dele, quem estava à frente da pasta era o governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT).

Na noite dessa quinta (20), a petista convocou o senador para uma reunião em Brasília nesta sexta-feira (21). A conversa gerou em torno da política nacional e internacional e da situação econômica do País. O anúncio oficial de Dilma acontece às 17h de Brasília, após o fechamento da Bovespa.

O pai do senador,  Armando Monteiro Filho foi ministro da Agricultura do governo João Goulart e secretário na gestão do sogro no Estado, além de deputado federal e candidato a governador – mas ficou em terceiro lugar.

Armando já foi presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), sistema sindical patronal da indústria que administra o Serviço Social da Indústria (Sesi), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL). No Estado, foi presidente da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe) e do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Elétricos de Pernambuco (Simmepe).

Armando é casado com Mônica Guimarães e pai de quatro filhos: mais um Armando, Cecília, Luiz Ignácio e Sophia. Formado em administração pela Fundação Getúlio Vargas e em direito pela Faculdade de Direito do Recife, as duas graduações há mais de duas décadas, tem perfil sério, ao contrário da esposa e do candidato a senador na sua chapa, o expansivo João Paulo (PT).

doblogdojamildo

postado por : Fabio Melo

COMPARTILHAR   

tre-go

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Goiás (TRE/GO), divulgou no diário oficial da união, desta sexta, dia 21, o edital do concurso público para o provimento de cargos efetivos de nível médio, médio técnico e superior . O Cespe/UnB é a banca organizadora da seleção. O concurso é para o preenchimento de 13 vagas imediatas mais cadastro de reserva. As vagas são para os cargo de técnico e analista judiciário, sendo 9 para a área administrativa, uma para a área apoio especializado – especialidade  programação de sistemas, três para analista judiciário área administrativa e cadastro de reserva para analista – área judiciária.

Para concorrer a técnico na área administrativa é necessário apenas possuir ensino médio completo e para apoio especializado ensino médio com formação técnica específica. Já para nível superior qualquer área de formação para analista área administrativa e superior em direito para área judiciária.

A remuneração inicial é de R$ 5.007,82, incluindo salário de R$ 2.824,17, gratificação de atividade judiciária  de R$ 2.123,78 e vantagem pecuniária individual de R$ 59,87,  para técnico e R$ 8.178,06 para analista todos  com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Além disso, os aprovados contarão com auxílio-alimentação, assistência médica e plano odontológico.

Interessados deverão se inscrever somente via Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/tre_go_14, no período entre 10h do dia 26 de novembro de 2014 e 23h59min do dia 18 de dezembro de 2014. É necessário também o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 90 para analista e R$ 70,00 para técnico.

Os candidatos serão avaliados por provas objetivas e discursivas (apenas nível  superior) previstas para o dia 1º de marco de 2015 em Goiânia.

postado por : Fabio Melo

COMPARTILHAR   

images

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 1.654 da Mega-Sena realizado nesta quarta-feira (19), em Osasco (SP). No próximo sorteio, que vai acontecer no sábado (22) a previsão é que o prêmio chegue a R$ 135 milhões.

Veja as dezenas: 07 – 16 – 33 – 42 – 50 – 58.

A quina teve 249 acertadores e cada um vai levar R$ 34.739,50. Já a quadra pagará R$ 630,73 para cada um de seus 19.592 ganhadores.

Para apostar
A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.

doG1

postado por: Fabio Melo

COMPARTILHAR   

A2ac95d80-6b46-11e4-9879-0933c65eb262_DILMA1conteceu uma coisa interessante, que fará os coxinhas surtarem.

O chamado “petrolão”, ao atingir as principais empreiteiras do país e chamuscar todos os partidos, em especial os núcleos representados no Congresso, resultará no fortalecimento de Dilma Rousseff.

A tentativa da “Republica do Paraná”, de orientar politicamente as investigações, fornecendo vazamentos seletivos à imprensa de oposição, acabou surtindo efeito contrário.

O escândalo é vasto demais mesmo para a nossa grande imprensa.

Junto à opinião pública, apesar dos esforços da mídia (que só tem um objetivo: golpe), prevalecerá a impressão de que Dilma está cumprindo o que prometeu.

Não sobrar pedra sobre pedra.

Até porque é isso mesmo o que está acontecendo.

Ao dar liberdade e autonomia aos delegados e agentes da PF, sem exercer qualquer pressão sobre o Ministério Público, Dilma fez a sua grande aposta.

Ela também fez seu movimento no Grande Jogo.

Deu corda para os golpistas se enforcarem.

Pense bem.

É interessante para Dilma que os delegados da PF, os procuradores e o próprio juiz não tenham identificação política ou ideológica com ela, nem com seu partido.

(mais…)

COMPARTILHAR   
2ac95d80-6b46-11e4-9879-0933c65eb262_DILMA1

Estadão Conteúdo – Presidente Dilma Rousseff

A presidente Dilma Rousseff diz que não concorda com o teor das manifestações populares que pedem o impeachment da ocupante do Palácio do Planalto e até uma intervenção militar. Mas que respeita a manifestação popular. Para Dilma, o Brasil chegou a um estágio democrático que permite até que alguns cidadãos defendam a volta de um golpe.

“O Brasil não se abala por um escândalo. Nós temos hoje uma opção democrática consolidada. Não somos um país que se chegou ontem à democracia. Eu não concordo com o teor das manifestações, mas com a manifestação em si eu nada tenho contra ou a favor”, disse Dilma em entrevista após o encerramento da reunião de cúpula das 20 maiores economias do mundo, o G-20.

“O Brasil tem espaço para a manifestação que for mesmo uma que signifique a volta do golpe. Porque somos hoje de fato um país democrático”, afirmou na cidade australiana de Brisbane. “Reconhecer isso é entender que faz parte da nossa história seremos capazes de tolerar inclusive as manifestações mais extremadas. Um país democrático absorve e processa até propostas mais intolerantes. O Brasil tem essa capacidade de absorver e processar”.

doyahoonoticias

postado por : Fabio Melo

COMPARTILHAR   

provas_enem2014

provas_enem2014

O Ministério da Educação divulgou na manhã desta quarta-feira (12) o gabarito oficial da edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Confira abaixo:

GABARITO DAS PROVAS DE SÁBADO
PROVA AMARELA (sábado)
PROVA ROSA (sábado)
PROVA AZUL (sábado)
PROVA BRANCA (sábado)

GABARITO DAS PROVAS DE DOMINGO
PROVA AMARELA (domingo)
PROVA ROSA (domingo)
PROVA AZUL (domingo)
PROVA CINZA (domingo)

Segundo o ministro da Educação, as notas do Enem 2014 devem ser divulgadas em janeiro de 2015.

O Enem foi realizado no sábado (8) e domingo (9) e bateu recorde este ano com a participação de mais de 6,2 milhões de candidatos, segundo dados divulgados pelo próprio MEC na noite deste domingo (9). No total, 8,7 milhões de pessoas se inscreveram para a prova, mas o índice de abstenção foi de 28,6%, abaixo da taxa de 29% registrada na edição anterior. O número de pessoas que fizeram as provas foi cerca de 24% mais alto que em 2013, quando 5 milhões de candidatos compareceram ao exame.

Em 2014, pelo menos 1.519 pessoas foram eliminadas durante a aplicação das provas. Desses, 236 foram eliminados por uso de celular, disse o ministro Henrique Paim. As provas foram aplicadas em 1.752 municípios.

dog1

postado por: Fabio Melo

COMPARTILHAR   

20141111081911_cv_MARTAmarta_dilma_gde

A saída de Marta Suplicy do Ministério da Cultura fez outros ministros do governo Dilma Rousseff colocarem seus cargos à disposição da presidente, antecipando um gesto político que estava previsto para ocorrer somente na próxima semana.

A Presidência havia solicitado que todos os ministros apresentassem na próxima terça-feira (18) cartas colocando seus cargos à disposição da presidente, como um sinal dos partidos políticos que apoiam Dilma de que ela terá toda liberdade para redesenhar a equipe para seu segundo mandato.

Nesta terça (11), no entanto, a assessoria da Casa Civil telefonou para os chefes dos ministérios pedindo que colocassem já seus cargos à disposição, numa tentativa de neutralizar o impacto da renúncia da ministra da Cultura, que enviou uma ríspida carta de demissão para a presidente, que está no exterior.

Dilma foi pega de surpresa. A presidente e seus assessores desembarcaram em Doha, no Qatar, por volta de 16h (11h, horário de Brasilia), pouco depois de Marta oficializar em Brasília sua saída

O Qatar foi a parada escolhida para a presidente dormir antes de seguir, nesta quarta-feira (12), para o encontro do G20 (grupo das maiores economias do mundo) na Austrália.

Membros de sua comitiva em Doha relataram à Folha que só souberam da carta de demissão de Marta quando desembarcaram.

(mais…)

COMPARTILHAR   

nordeste

Se dependesse das regiões Sul e Sudeste do país, o presidente da República para o quadriênio 2015 – 2018 seria Aécio Neves. O Brasil estaria se preparando para inaugurar mais uma República banqueira como tantas outras que o fizeram chegar ao limiar do século XXI como o quarto país mais desigual do mundo, perdendo só para países africanos miseráveis.

O que livrou os brasileiros – inclusive do Sul e do Sudeste – da escuridão política foi o povo nordestino. O Nordeste, por ser a segunda região mais populosa do país depois do Sudeste e por ter dado a Dilma Rousseff apoio ainda mais intenso do que o que o senador tucano teve no Sudeste, reelegeu a presidente.

O mais interessante nesse processo é que a região dos coronéis de outrora, que sustentou a ditadura militar nos seus estertores – quando o resto do país já exigia redemocratização – e que votava nos conservadores apesar de a vida de seu povo, com a direita no poder, piorar a cada ano, aprendeu a votar em causa própria.

A eterna prepotência das regiões do resto país que se desenvolveram mais devido à política e não a méritos próprios, vem gerando surtos de preconceito contra o Nordeste nas últimas eleições presidenciais, com destaque para as de 2010 e 2014, quando o Ministério Público teve que entrar em campo para punir surtos racistas e xenofóbicos.

O caso de São Paulo é pior, em termos de ignorância, preconceito e xenofobia. O povo paulista, hoje, emula o povo nordestino, que elegia, reelegia e elegia de novo seus algozes enquanto sua vida piorava. Os paulistas acabam de conceder o SEXTO mandato de governador ao PSDB apesar da piora galopante das próprias vidas.

A hegemonia tucana fez com que, de 2001 a 2011, São Paulo se tornasse o Estado que mais perdeu participação no PIB da indústria brasileira. Apesar de ainda responder pela maior parte da produção industrial (33,3%), SP teve recuo de 7,7 pontos percentuais em sua participação no PIB industrial, onde há os melhores empregos.

Ironicamente, enquanto a falta de água caminha para se tornar história no Nordeste, sobretudo devido à incrível obra de Transposição do Rio São Francisco, que, apesar das sabotagens, em breve estará concluída, no Sudeste, sobretudo em Minas Gerais e SP, a população paga pela incúria dos governos conservadores dos últimos 12 anos.

(mais…)

COMPARTILHAR   

Agências-reguladoras-700x260

Cinco agências reguladoras deverão abrir concursos públicos no ano que vem. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Agência Nacional de Águas (ANA), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) programam abrir seleções, a fim de reoxigenarem seus quadros de pessoal.

Juntas, essas autarquias deverão oferecer cerca de 924 vagas. As agências aguardam a autorização do Ministério do Planejamento.

Os ganhos iniciais para cargos de nível médio são de R$ 5.791,25. Esse valor já inclui o auxílio-alimentação de R$ 373. No nível superior, o salário pode chegar a R$ 11.776,90, também com o auxílio-alimentação.

ANAC

Ainda não divulgou o total de vagas nem os cargos que serão oferecidos. O último concurso foi realizado em 2012. É provável que sejam oferecidos os mesmo cargos: técnico administrativo, técnico em regulação (ambos de nível médio), analista administrativo e especialista em regulação (ambos de nível superior).

ANA

A agência solicitou a abertura de 32 vagas para analista administrativo, que exige o nível superior. Como a agência reguladora só possui sede em Brasília, todas as lotações ocorrerão na capital federal. A remuneração do cargo é de R$ 10.916,90. A solicitação das vagas, feita em 27 de maio, já tramita em última instância no Ministério do Planejamento, e logo poderá receber a autorização da ministra Miriam Belchior. A expectativa é de que os preparativos comecem tão logo seja autorizado o concurso. Caberá à Diretoria Colegiada da agência a definição das formações de nível superior que serão contempladas.

ANVISA

O pedido foi de 120 oportunidades, todas para a função de técnico administrativo, que exige apenas o nível médio. A remuneração é de R$ 5.791 e contratação estatutária, ou seja, com garante estabilidade, a tendência é que a seleção atraia candidatos de vários estados, ainda que a previsão inicial indique lotação apenas no Distrito Federal.

(mais…)

COMPARTILHAR   
paulo-camara-debate1

Foto: JC Imagem

Se depender do entendimento dos deputados que irão compor a bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) em 2015, o governador eleito Paulo Câmara (PSB) vai ter um contraponto mais expressivo no Legislativo do que o que era vivenciado pelo ex-governador Eduardo Campos, falecido em agosto, em meio a campanha presidencial. O grupo de 11 parlamentares fará sua primeira reunião de bancada na tarde desta quarta-feira (5), mas já tem o esboço da estratégia que irá assumir a partir do próximo ano.

Um dos focos da oposição será aumentar as cobranças sobre temas que são tidos como calos da gestão do PSB no Palácio do Campo das Princesas. Estão na lista as obras paradas do Presídio de Itaquitinga, na Mata Norte; a promessa não cumprida de fechar a unidade prisional em Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife (RMR); o aumento nos índices de violência do Pacto Pela Vida; e as promessas de aumento de salário para os servidores públicos realizadas durante a campanha eleitoral.

O grupo também promete fazer uma “oposição cidadã”. A definição significa que os parlamentares vão tentar aumentar o número de audiências públicas na Alepe em 2015 e realizar “visitas in loco” às principais ações do governo; numa reedição das blitzes realizadas pelo PSDB na gestão Eduardo Campos.

A reunião desta quarta deve ser o primeiro momento para garantir a integração da bancada de oposição e ouvir sugestões dos diversos parlamentares. O grupo também deve aproveitar para fazer um balanço dos últimos oito anos de gestão do PSB no Palácio do Campo das Princesas; analisando os acertos e as falhas.

(mais…)

COMPARTILHAR