Alércio Dias, o novo diretor do Acreprevidência já foi condenado por improbidade administrativa

O pecuarista Alércio Dias, 76 anos seria uma indicação do senador Sérgio Petecão (PSD) para diretor do Acreprevidência.

Alércio Dias, 76 anos, foi nomeado pelo governador Gladson Cameli (Progressistas) na última sexta-feira, 4, para ser o novo diretor-presidente do Acreprevidência, é o único indicado até o momento pelo Palácio Rio Branco a ser condenado por improbidade administrativa.

É pelo menos o que consta num processo  que já teve sentença transitada em julgada que corre na justiça do Acre desde a época em que Dias era secretário de Educação do governo de Orleir Cameli, tio falecido do atual governador. 

De acordo com denuncia formulada pelo Ministério Público do Acre em 1999, por meio da então promotora de justiça substituta Waldirene Cordeiro, atualmente desembargadora do Tribunal de Justiça do Acre, o ex-secretário de Educação Alércio Dias, e a ex-chefe do Departamento Financeiro da Educação na época, Maria Del  Carmen Marino Casal e a empresa Acre Veículos LTDA (Acrevelinda) foram arrolados numa ação civil pública em que foram condenados a ressarcirem os prejuízos causados ao Cofres do Estado por causa de uma licitação da compra e venda de carros para a pasta.

Por Marcos Venicios / ac24horas