No Acre, bandidos rendem e amarram motoristas em BR e depois fogem com motos e pertences das vítimas

Pelo menos dez motoristas e passageiros ficaram amarradas por mais de 4 horas dentro de uma casa abandonada na zona rural de Cruzeiro do Sul.

Motoristas que trafegavam pela BR 364, a 15 quilômetros de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, foram atacados por um grupo de bandidos nesta sexta-feira (11). De acordo com as vítimas, os assaltantes usavam capuz e interceptavam os veículos apontando armas, depois levavam os condutores e passageiros para uma casa abandonada.

As vítimas relataram que chegaram a ficar com as mãos e pés amarrados por mais de 4 horas. Pelos menos dez pessoas foram levadas para a casa que fica próximo a comunidade do Croa. O grupo era formado por cinco bandidos que se escondiam na mata e, quando os veículos se aproximavam, abordavam as vítimas.

Todos usavam armas e obrigavam as pessoas abordadas a seguirem para a casa abandonada. Um motociclista, que registrou a ocorrência na delegacia, contou para a polícia que vinha com o filho e os dois foram levados para o local onde já tinham mais oito pessoas.

Depois de interceptar vários condutores de motos, os assaltantes deixaram as vítimas amarradas na casa e saíram levando algumas motocicletas e outro pertences. O grupo teria deixado o local aos gritos de ordem de uma organização criminosa que atua na cidade.

As vítimas contaram para a polícia que teriam ficado sem poder sair da casa das 13h às 17h e só conseguiram se libertar porque, entre elas, estava um militar do exército que conseguiu se desprender das cordas e desamarrou as outas pessoas.

O caso foi registrado na Delegacia de Cruzeiro do Sul já no final da tarde desta sexta. Policiais militares foram ao local e fizeram buscas para tentar prender os bandidos, mas não conseguiram localizar o grupo suspeito de praticar outros crimes em comunidades da BR-364.

Fonte: G1 AC