Vera Magalhães registra: Bolsonaro se esqueceu das reformas no seu discurso

Em seu discurso, se esqueceu de mencionar as reformas, do Estado de São Paulo, jornal ligado aos banqueiros.

A chegada de Bolsonaro ao poder trai não apenas a mídia que apoiou o golpe de 2016, como também o mercado financeiro, que apoiou a destruição da democracia no Brasil.

Em seu discurso, Bolsonaro se esqueceu de mencionar as reformas, como registrou a colunista Vera Magalhães, do Estado de S. Paulo, jornal ligado aos banqueiros.

“O primeiro de dois discursos que Jair Bolsonaro fará hoje reafirmou motes que fizeram sucesso na campanha e levaram à sua eleição e omitiu a reforma da Previdência como prioridade de ação do novo governo. 

Bolsonaro preferiu reiterar o combate à ideologia de esquerda, as ideias conservadoras e a ênfase na segurança pública ao pedir o apoio dos congressistas.

Fez uma breve menção à retomada do crescimento, que preferiu associar à retomada do emprego e à desburocratização para o empreendedor, em vez de condicioná-la à necessidade de votar a reforma”, escreveu a jornalista.

Fonte: Brasil247